Associados honorários

José Mario Martínez
Membro honorário desde 2012

Professor da UNICAMP desde 1978, é livre-docente desde 1994 e emérito desde 2020. Fez sua graduação em matemática na Universidad de Buenos Aires em 1971 e doutorado em Engenharia de Sistemas e Computação na UFRJ em 1978. É Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências. Ordem do Mérito Científico no grau de Comendador. Desde 2021, Presidente do Conselho do Instituto de Estudos Avançados da Unicamp. Seus trabalhos em sistemas não lineares, otimização, algoritmos numéricos e aplicações são mundialmente reconhecidos.

Em 2020, foi considerado um dos 7 pesquisadores mais importantes do país na área de Ciência da Computação e Eletrônica pelo portal Guide 2 Research, que reúne notícias, informações, conferências e periódicos da área.

Teve uma intensa atividade como orientador: mais de 20 teses de doutorado e 30 de mestrado. Como pesquisador, atua em teoria e prática computacional da otimização numérica, frequentemente orientado por aplicações em física, química e engenharia. Foi palestrante convidado em várias reuniões internacionais, incluindo o International Congress on Industrial and Applied Mathematics em 2007. É autor ou co-autor de softwares livres bastante difundidos na comunidade de otimização e aplicações. Pela contabilidade do ISI Webofscience publicou 131 artigos científicos, com 1.434 citações e h-index igual a 21. Foi Vice-Presidente da SBMAC, várias vezes membro do Comitê de Matemática do CNPq, membro de comitês da CAPES e do comitê organizador de diversas reuniões científicas.

Marco Antônio Raupp
Membro honorário desde 2012

Graduado em física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é doutor em matemática pela Universidade de Chicago e livre-docente pela Universidade de São Paulo (USP). Foi professor adjunto da Universidade de Brasília (UnB), analista de sistemas do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, pesquisador titular e diretor do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e professor associado no Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME/USP).

Foi vice-diretor do LNCC, diretor geral do INPE, diretor geral do IPRJ/UERJ e diretor do LNCC. Em reconhecimento aos serviços prestados, foi agraciado com o título de Comendador pela Ordem de Rio Branco (Ministério das Relações Exteriores) e pela Ordem Nacional do Mérito Científico (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação). Em diferentes momentos foi presidente da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional (SBMAC) e também tesoureiro, vice-presidente e conselheiro da SBPC. É membro titular da Academia Internacional de Astronáutica (IAA), membro titular do Conselho Superior da FAPERJ e membro suplente do Conselho Nacional da Ciência e Tecnologia (CCT). Foi diretor do Parque Tecnológico de São José dos Campos. Também foi presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Também serviu o Governo Federal como Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação entre janeiro de 2012 e março de 2014.

Carlos Antonio de Moura
Membro honorário desde 2014

Carlos A. de Moura concluiu o doutorado em Matemática Aplicada (New York University - Courant Institute) em 1976, após o Mestrado no IMPA (1969) e bacharelado em Matemática na UnB (1966).

Pesquisador Titular (aposentado) do Laboratório Nacional de Computação Científica - instituição da qual foi um dos fundadores -, é atualmente Professor Titular do IME/UERJ - Instituto de Matemática e Estatística da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde atua na graduação e nos Programas de Pós-graduação em Ciências Computacionais e em Engenharia Mecânica.

Nas áreas de Matemática, Ciência da Computação, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil e Geociências, orientou teses de doutorado, dissertações de mestrado, monografias de especialização, além de trabalhos de iniciação científica e monografias de graduação. Recebeu prêmios/bolsas e homenagens e coordenou vários projetos de pesquisa.

Atua na área de Ciências Computacionais, com ênfase em Processamento Paralelo. Em suas atividades profissionais interagiu com colaboradores de diferentes instituições em co-autorias de trabalhos científicos. Faz parte do Corpo Editorial de 3 publicações do exterior e uma nacional.

Os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural em seu currículo Lattes são: Análise Numérica, Computação Científica, Matemática Aplicada, Algoritmos Numéricos, Processamento Paralelo, Mecânica dos Sólidos, Equações Diferenciais Parciais, Elementos Finitos, Análise Matemática e Inequações Variacionais.

Compartilhe:

CONFIRA NOSSOS DESTAQUES

A SBMAC cria um ambiente propício para o intercâmbio de ideias e experiências entre pesquisadores(as), profissionais e estudantes das mais diversas áreas da Matemática Aplicada e Computacional. Parte importante de nossas atividades é dar destaque, através de prêmios e publicações, à pesquisa desenvolvida na área pela comunidade científica.